La La Land – Resenha do filme

Um filme musical americano dos tempos modernos celebra sucesso enorme!

This video is hosted on the YouTube video platform. Therefore, playing this video requires embedding the YouTube video player by YouTube LLC, USA which belongs to Google LLC, USA. By accepting, you agree that we embed their video player, which is able to set third-party cookies, including those used for advertisement and tracking, and may transfer your browser information and IP address to Google servers. For more information, see Google's privacy policy.

Read this article in: Català, Deutsch, English, Español, Português

Ryan Gosling, Emma Stone e muita melodia. Hoje é dia de falar do filme que, no momento, está varrendo todas as premiações, de todos os festivais de cinema. Um filme que foi produzido em Hollywood, mas não é típico de Hollywood! Através do talento, canto e música, o espectador é assim levado para La La Land - Cantando Estações.

1900 é tão 2016 

Desde sua invenção, em 1900, o som do jazz veio para ficar na história da música. Jazz sobreviveu a gerações, eras e guerras - e dois séculos de mudanças. La La Land - Cantando Estações, presta homenagem a este estilo de música, no filme, o jazz clássico exerce o papel principal. O filme foi produzido nos Estados Unidos, particularmente em Los Angeles (LA), o que está bem claro no título do filme. A produção norte-americana estreou nos cinemas em 2016, no Brasil ele foi lançado em Janeiro de 2017.

Amor entre artistas

Dois artistas, longe do sucesso, se encontram em Los Angeles. A história de Mia (Emma Stone) e Seb (Ryan Gosling) tem início no inverno e narra, as quatro estações, em que os dois passam juntos. Seb é um pianista de jazz, que quer aproximar o gênero musical moribundo do público do século XXI. No entanto, ele luta pela vida com trabalhos de meio período, já que o tão sonhado sucesso não chega. Mia também sonha em ser atriz. Enquanto que ela corre de um casting para outro, com um sucesso moderado, sua realidade consiste em trabalhar em uma cafeteria. A relação entre Mia e Seb é baseada em um encontro, em um bar, onde Seb tocava e foi demitido. Depois deste primeiro contato no qual Seb não presta atenção em Mia, eles se reencontram novamente. Depois de várias coincidências, eles começam a ter sentimentos uns pelos outros e se tornam um casal que sempre apoia um ao outro, em bons e maus momentos. Em uma noite, os dois se encontram com Keith (John Legend), um antigo colega de classe de Seb, que convida Seb para ser tecladista de sua banda. Seb aceita a proposta e começar a fazer parte do estressante dia a dia de uma turnê. Depois de um concerto Mia nota decepcionada que Seb não gosta deste tipo de música, e que os dois estão se distanciando cada vez mais um do outro. Por enquanto que Seb passa semanas em turnê, Mia trabalha em seu One-Woman show. Durante um jantar, há um rompimento de relacionamento.

Nós dizemos que:

O filme trabalha com cenas imaginárias - o que seria se - introduzidas pelo piano de Seb. Se por um lado, as cenas fictícias podem confundir o público, por outro lado, elas mostram as mudanças nas vidas de Seb e Mia. Este sobe e desce seria muito difícil de ser realizado em diálogos e demoraria muito tempo.

Acreditamos que La La Land - Cantando Estações, trabalha demasiadamente, em algumas partes, com clichês. Isso pode ser percebido no encontro decisivo entre Mia e Seb, a cena é completamente irrealista. Os diálogos do filme são bem fracos e muitas vezes reduzidos, Não queremos ser estraga prazer, mas vamos, pelos menos, levantar a questão se o final do filme pode ser considerado como um final feliz.

A grande vantagem do filme é o fato de que Stone e Gosling dançam, cantam e tocam todas as cenas - um desempenho excelente. Em uma cena, que acontece relativamente no final do filme, onde Mia está em um casting, Emma Stone mostra que também pode brilhar com composições difíceis. Os dois dançam um com o outro e principalmente juntos, este é também o caso, quando eles se sentam na frente do piano. A propósito, Gosling toca cada nota no piano! 

Comparando os diálogos, muitas vezes fracos, o filme mostra imagens fortes, que falam por si mesmas. Também é um excelente trabalho com o silêncio, muitas vezes diz mais do que as palavras. La La Land - Cantando Estações, trabalha com silêncio de uma maneira excelente, transmitindo, muitas vezes, mais do que as palavras podem fazer

Há muitas razões para assistir ao filme! La La Land - Cantando Estações ganhou sete Globos de Ouro. Emma Stone também levou para casa um prêmio SAG e o filme recebeu um recorde de 14 nominações para o Oscar!

Nossa dica: Definitivamente você deve assistir ao filme em Inglês e não espere encontrar  um filme típico de Hollywood, mergulhe apenas em La La Land - Cantando Estações! 

#filmeespecial

#alugha

#doitmultilingual

 

A paleta de cores é um dos elementos que mais nos faz entrar nessa viagem, tornando tudo mais vibrante, nos lembrando constantemente que estamos dentro de um musical, ao mesmo tempo que estabelece a identidade visual da obra, na qual até as menores fontes de iluminação são intensificadas como se estivéssemos diante de uma peça de teatro. Ryan Gosling ( Do óptimo "Blade Runner 2049”, aqui: https://br.hbomax.tv/movie/TTL617387/Blade-Runner-2049 os detalhes, fez uma atuação incrível) e Emma Stone tornam toda essa construção fluida, ambos desempenhando um dos melhores papeis de suas carreiras. Não só através de suas movimentações nas quais cada passada parece ter sido milimetricamente estudada, tornando até o flutuar algo orgânico, como na forma que se entregam a seus personagens. Mesmo nos silêncios conseguimos sentir ambos, de tal maneira que ganham vida diante de nossos olhos, nos fazendo sentir suas dores, alegrias, tornando seus sonhos os nossos. Acompanhar esse casal é se deixar entregar a uma espiral de emoções, que nos remetem aquele grande amor que todos vivemos. A música ainda faz o máximo para aproveitar a voz de ambos, levando em conta suas limitações, sem exagerar ao ponto de pedir mais do que eles poderiam realizar.

More articles by this producer

Videos by this producer

4:00
2:40
1:10
This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Learn more in our privacy policy.