SEO e artigos na alugha

Na internet há bilhões de homepages e updates. Graças as ferramentas de busca como o Google, é possível otimizar muita coisa, para ser encontrado. Search Engine Optimization (SEO) desempenha um papel importante quando o assunto é ser encontrado. Com o nosso novo update, melhoramos muita coisa na alugha!

Read this article in: Deutsch, English, Español, Português, Русский

E a rodada de updates continua! Além da plataforma de vídeo, a alugha dá muita importância ao multilinguismo em outras áreas. Antigamente usávamos o Wordpress para divulgar nossas notícias em todo o mundo, mas chegou o momento em que decidimos desenvolver nosso próprio sistema de blog. Havia muitas coisas no Wordpress que nós - e nossos outros autores - não precisávamos, e se tratando de multilinguismo o Wordpress não era (e é) o que havíamos imaginado. Mas o Wordpress tem sua razão de existir, com os muitos plugins (que também o tornam o que é no final).

Naquela época, nós éramos ainda muito inexperientes e nosso SEO era baseado no PhantomJS. O Google decidiu fazer algo por conta própria e os desenvolvedores decidiram parar de trabalhar na biblioteca. Aos poucos, os problemas foram surgindo e os resultados também não eram satisfatórios. Quando decidimos fazer algumas correções – otimizações – notamos, imediatamente, nossa inexperiência. O código era muito grande, difícil de administrar e as otimizações acabavam demorando  mais do que gostaríamos. Decidimos mudar esta situação. No final, surgiu uma ferramenta, completamente nova, baseada na biblioteca Puppeteer do Google e no Headless Chrome, as duas não chegam a ter nem 10% do tamanho do código antigo. Além disso, temos usado o Typescript, há meses, e isso também foi muito importante para nós, para nos mantermos atualizados.

No entanto, tudo isso faz menção às nossas páginas antigas, que ainda são baseadas no Angular -  são as páginas de news/blog e do produtor. Todo o resto tem migrado para o React, há meses, e com ele, isso não será mais necessário.

O que isso significa para os autores que usam nossa seção de news/blog? As páginas são encontradas mais facilmente pelo Google e estão mais visíveis para todas as outras ferramentas de busca.

Aqui está um pequeno exemplo do que o PhantomJS faz:

Depois de gerar uma página com o javascript, um mecanismo de busca não pode fazer nada com ela. A página fica basicamente "vazia", então não há nada para transferir. Ferramentas como o PhantomJS obtêm este JavaScript "enviado" e o processam em páginas HTML estáticas. 

Este código volta para o servidor do SEO e será exibido antes da página gerada pelo JavaScript - e são disponibilizadas para o Google & Co (ou seja, todos os rastreadores, como o Facebook, Twitter ...), ou seja, elas são redirecionados para as páginas geradas estaticamente. É assim que funciona a busca e a página é encontrada. 

Se você quiser mais informações técnicas ... Aqui estão alguns links sobre os temas:

Headless Chrome

Google - Puppeteer

PhantomJS

Bom! Onde está o seu primeiro artigo multilíngue na alugha para alcançar pessoas em todo o mundo?

Faça seu login. Não custa nada!

#alugha

#everyone's language 

More articles by this producer

Videos by this producer

0:38
1:01
This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Learn more in our privacy policy.