As 9 melhores alternativas para o YouTube 2019!

O consumo de vídeo on-line na internet se popularizou em todo o mundo e já virou hábito ir diretamente no YouTube quando queremos assistir a um vídeo. Conheça as melhores alternativas para o YouTube em 2019!

Read this article in: Deutsch, English, Español, Français, Português, Русский, العربية, हिन्दी

Estimated reading time:6minutes

O YouTube é a plataforma de vídeo mais popular do mundo quando o assunto é vídeo pré gravado e conta com mais de 1,9 bilhão de usuários conectados mensalmente, segundo informações próprias. Por dia, são reproduzidos mais de um bilhão de horas em vídeos e bilhões de visualizações são geradas.

Youtube é líder indiscutível no que se refere a vídeos pré-gravados. Mas, nem tudo são flores. Quando o assunto é transmissão ao vivo o Facebook e o Snapchat, que oferecem serviços de streaming focados em smartphones e tablets, são os grandes concorrentes do gigante. 

O live streaming do Facebook foi lançado em abril de 2016 e, até o momento, 3,5 bilhões de vídeos foram transmitidos nesta modalidade. Se este número for dividido em 730 dias, que correspondem ao período de dois anos, resulta em 4 milhões de 794 mil 520 transmissões diárias em média, resultando em 199 mil 771 fluxos por hora e 3 mil 329 vídeos ao vivo por minuto no mundo. Desde então, segundo Fidji Simo, vice-presidente de Produto, o número de transmissões diárias do Facebook Live dobrou a cada ano desde o seu lançamento.

O Instagram Stories também multiplicou rapidamente o número de usuários desde sua criação em agosto de 2016. O gráfico do Statista mostra que o número de usuários diários ativos do Instagram Stories subiu de 100 milhões para 300 milhões em um ano. Até julho de 2018 este número subiu para 400 milhões.

 

 

Concorrência parece não ser o único problema do YouTube, os usuários não estão satisfeitos com a plataforma. Uma prova disso é o número de vezes que as palavras “youtube alternativa“ aparece na ferramenta de busca do Google. Segundo o Google Keyword Planner as duas palavras aparecem 45 mil vezes, por mês, só nas pesquisas em inglês.

Há diversos sites de vídeo que oferecem conteúdo de qualidade, muitas vezes não encontrados no YouTube. Fizemos um apanhado com as melhores alternativas para o YouTube. Não perca tempo pesquisando, confira nossa lista!

1 #alugha

O diferencial da alugha é o multilinguismo, todo o conteúdo está disponível em dois ou mais idiomas. Além de hospedar, assistir, carregar, compartilhar vídeos o usuário pode transformar o seu vídeo, com as ferramentas da alugha, em um vídeo multilíngue. Alugha permite agregar todos os idiomas do mundo em um único vídeo de maneira fácil. Vídeo e o áudio são anexados facilmente, depois é só carregar os outros idiomas e inserir os metadados na língua correspondente. Devido a otimização, os mecanismos de busca identificam cada faixa de áudio como uma página separada. Portanto, no final, você tem um único vídeo, e para cada faixa de áudio adicionada uma página indexada no Google. Funções como "curtir", comentário e estatísticas estão disponíveis no idioma da configuração do navegador do usuário, que pode mudar o idioma enquanto assisti ao vídeo. Produtores podem escolher quem tem acesso aos seus conteúdos e decidir em quais páginas o vídeo pode ser inserido ou compartilhado. O conteúdo, bem diversificado, está estruturado pelos vídeos mais recentes. O melhor de tudo é que não tem publicidade e o conteúdo está na sua língua! O site também tem uma ferramenta de busca interna. O serviço é gratuito, mas também há planos para empresas.

 

 

2 #Dailymotion

Similar ao YouTube, o Dailymotion é um site gratuito e bem popular, com mais de 110 milhões de visitantes mensais. Além de hospedar e assistir vídeos, o serviço permite enviar vídeos em qualidade Full HD. Todos os arquivos do Dailymotion são organizados por categorias (chamadas de cadeias), palavras-chave ou grupos. O site também oferece um motor de busca interno que pesquisa servindo-se de palavras-chave.

 

 

3 #Flickr

Embora o Flickr seja mais conhecido como uma plataforma de fotos, também é permitido publicar vídeos por lá. Você pode compartilhar vídeos com pessoas mais próximas no próprio Flickr, Facebook, Twitter, blogues etc. O upload de dados é limitado para conta gratuita. Cada vídeo pode ter até 1 GB e reprodução do vídeo é restrita aos primeiros 3 minutos. A partir do início do ano de 2019, os usuários Pro terão mais tempo para contar suas histórias. Os vídeos poderão ter até 10 minutos de duração, em vez dos 3 minutos.

 

 

4 #Metacafe

Fundado em 2003, o Metacafe foi o percursor dos sites de vídeo. No ar até hoje, ele conta com mais de 40 milhões de visitantes todo o mês e com milhões de vídeos disponíveis para serem assistidos. Os vídeos contam com um formato curto e estão divididos em mais recente, populares e tendências. A divisão em categorias facilita a busca de vídeos. Para fazer o upload é necessário cirar uma conta.

 

 

5 #Twitch

O Twitch, também conhecido como Twitch.tv é um site de streaming que está no ar desde junho de 2011. O principal foco do website é a transmissão de videogames, incluindo playthroughs, além da exibição de várias competições de e-sports. Desde 2016 é oferecido o "Twitch Prime" para clientes da Amazon Prime. Este serviço inclui jogos e assinaturas gratuitas e streaming sem anúncios. O conteúdo pode ser transmitido ao vivo ou on-demand.

 

 

6 #Vevo

A Vevo é um portal de clipes musicais criado e operado pela Sony Music Entertainment, Universal Music Group, Abu Dhabi Media Company e também pelo Google. A plataforma surgiu com o objetivo de ser o maior canal de videoclipes do planeta e reúne os acervos das maiores gravadoras da indústria fonográfica mundial. A Vevo não permite a publicação de vídeos de usuários comuns, apenas cantores e músicos, que fazem parte das gravadoras associadas, podem divulgar seus vídeos. O canal musical foi desenvolvido em parceria com o YouTube e, por isso, os vídeos da Vevo ficam hospedados no site do Google. Os vídeos da Vevo podem ser visualizados gratuitamente.

 

 

7 #Viddler

Se comparados com os outros sites da nossa lista, o Viddler é uma alternativa bem diferente. A plataforma foca em vídeos corporativos. O kit de ferramentas inclui uma solução totalmente personalizada, englobando conteúdo, produção, edição de vídeo, desenvolvimento e integração de sistemas. A empresa usa seu player para exibir vídeo e outros elementos de mídia para fornece interação com o usuário, incluindo a capacidade de postar comentários diretamente em um vídeo. Os clientes também podem usar uma webcam para gravar uma sessão de vídeo.

 

 

8 #VidLii

Fundado em dezembro de 2015, o VidLii tem um aspecto nostálgico. Funcionalidades e aparência lembram muito os primórdios do YouTube. Quem visitar a página vai encontrar uma mistura de clips e gravações amadoras. Quase todas as categorias imagináveis estão representadas lá. O VidLii permite que as pessoas façam upload e compartilhem seus próprios videoclipes pessoais não só no proprio site, mas também em outros sites, blogs e por e-mails.

 

 

9 #Vimeo

O Vimeo é uma plataformas bem conhecida e com uma interface fácil de mexer. Você pode fazer downloads e uploads. Mas para garantir o conteúdo de alta qualidade, o site tem diretrizes rigorosas para fazer o upload. O conteúdo do site é mais sério, tendo muito curta-metragens, documentários, reportagens, animações e muito mais. O site não é suportado por anúncios o usuário pode criar uma conta gratuita ou escolher um dos pacotes – plus, pro, business e premium – para ter mais recursos.

 

 

Como se pode ver, cada uma das alternativas para o YouTube apresentadas são bem sucedidas em seus respectivos nichos. Enquanto que alugha foca no multilinguismo, o Viddler concentra sua área de atuação no setor corporativo. Dailymotion é o que mais se aproxima do princípio do YouTube, enquanto que o Vimeo se afasta da concorrência com conteúdo artístico e de alta qualidade. Twitch se especializou como provedor de streaming de jogos e e-sports a medida que a especialidade do Vevo é música. O VidLii lembra muito o YouTube, mas na sua forma original. Já o Metacafe tem formatos curtos e o Flickr é uma plataforma de fotos que permite compartilhar vídeos.

Você já conhecia ou usava algumas destas alternativas para o YouTube?  Deixe sua dica pra gente, caso você conheça mais alguma alternativa para o YouTube que não está na lista! Se você quiser conhecer melhor a alugha, entre em contato com a gente por e-mail ou crie uma conta gratuita, para transformar o seu vídeo em um vídeo multilíngue!

Wilgen e o time da alugha!

#alugha

#everyone‘s Language

  • Automatic
  • Deutsch
  • English
  • Español
  • Français
  • Português
  • Русский
  • العربية
  • हिन्दी
  • E-Mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Reddit
  • LinkedIn
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Tumblr
  • VKontakte
  • Xing

More articles by this producer

This website uses cookies to ensure you get the best experience on our website. Learn more in our privacy policy.