<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1047100852003296&ev=PageView&noscript=1" />
Porque seu e-mail não é lido?

Vou te contar como você pode aumentar suas chances

O que você quer mesmo é que seu interlocutor lhe responda. Então, vou lhe contar um segredo. É possível aumentar suas chances usando algumas técnicas especiais. E aqui vai uma, sobre como usar corretamente o espaço do assunto em seu e-mail. Afinal, essa é uma das três áreas nobres. Se fizer errado, seu e-mail não será aberto e você vai ficar se perguntando a razão de não lhe responderem.

E o que é errado? É você preencher esse espaço com informação relevante para você e não para ele: um código de contrato, o nome do cliente ou de um produto que (ainda) nada significa para quem recebe a mensagem. Sua lógica é que você pode localizar esta mensagem mais fácil depois. Mas se você colocar essa informação no corpo do texto vai conseguir achar do mesmo jeito, não? Entenda, o espaço do assunto é para o receptor e não para você.

Em vez disso, imagine o que é relevante para quem vai ler. Em termos da moda, exercite sua empatia. Além de sua imaginação e conhecimento do mercado, é claro. O que seu destinatário procura? O que mudaria a vida dele no trabalho? O que vai fazer com que ele salte da cadeira?

Quando encontrar o tema, não fique satisfeito com a primeira versão do que escreveu. Agora é como se você fosse um publicitário diante de um outdoor. Não se deixe tentar pelo espaço vazio, aqueles 60 caracteres que é possível ler no computador. Lembre que boa parte dos e-mails são lidos em telas pequenas e que elas mostram no máximo 30 caracteres.

Seu outdoor não aceita imagens, fotos, somente palavras. Portanto, que elas sejam poucas e boas. Quando profissionais da palavra estão diante de um outdoor, ele sabem bem que concisão significa força. Quanto menos palavras, mais forte é a mensagem. Cada. Palavra. Conta.

Por isso, meça cada uma delas. Fuja das palavras comuns, do clichê e da oferta vazia. Busque o verbo forte, o substantivo surpreendente e a oferta específica e real. Se fizer uma pergunta, que ela seja provocativa e que você esteja preparado para responder. Mas não subestime seu destinatário, não minimize seu conhecimento e não use maiúsculas.

Poderia seguir eternamente falando sobre como esculpir uma mensagem, mas com o que você leu até agora há o suficiente para produzir uma ótima linha de assunto. Recomendo que volte e leia o artigo, dando atenção para o que se deve ou não fazer. 

Se quiser saber mais sobre como usar as áreas nobres do e-mail e outras técnicas sensacionais, fale comigo. Responda a essa mensagem ou me escrever no escrevacomtecnicatour@gmail.com. Vamos conversar?

Até a próxima!

Rogério Godinho e o time da alugha!

#alugha

#doitmultilingual