<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1047100852003296&ev=PageView&noscript=1" />
Sete dicas de networking para aumentar o alcance de seus negócios

Especialista explica como é possível alavancar resultados com uma boa rede de colaboração

A palavra networking, traduzida para o português – rede de trabalho, designa basicamente uma rede de contatos para o trabalho. O conceito é bastante conhecido e “acionado”, principalmente, para recolocação profissional ou para fazer parcerias entre empresa. Porém, as possibilidades de um bom networking vão bem além de indicação de trabalho e há algumas dicas para potencializar seus efeitos no dia a dia de qualquer empresa. Quem defende isso é Diego Carmona, co-fundador da Leadlovers, empresa de marketing digital.

Carmona afirma que networking é, antes de qualquer coisa, a relação de pessoas que possuem interesses mútuos, de modo a dar e receber apoio. “É a partir daí que todo o resto acontece. Ao se relacionar positivamente com mais pessoas que partilham das mesmas predileções que você, surgirão muitas mais oportunidades, sejam elas de negócios ou não. Há algumas dicas de como fazer o networking funcionar a favor dos negócios e que são preciosas para qualquer empreendedor”, afirma.

Saia da caixa

Se networking significa basicamente ter uma rede de contatos, não dá para começar a falar disso sem essa dica que basicamente significa “para se relacionar com pessoas você precisa encontrá-las e para tal você precisa ir até onde elas estão. Se não fisicamente, o que em grandes cidades é cada vez mais complicado, cuide de suas redes sociais”.

Estas redes ajudam muito no networking de qualquer pessoa ou empresa. E a razão é simples: permitem comunicação com uma quantidade absurda de pessoas, ao mesmo tempo e sem sair do conforto do lar. Interagir com as pessoas pelo Facebook, Instagram, Snapchat é fácil e simples, basta curtir, comentar e compartilhar posts. “Ressalto que isso deve ser feito sempre de maneira genuína, pois ninguém gosta de gente puxa saco” diz Carmona.

Além das redes sociais, no mundo off-line, a dica é matricular-se em cursos, ir a eventos e feiras, participar de congressos e conferências. “E nessas horas não subestime o poder dos cartões de visita, estes continuam sendo muito úteis no networking empresarial. Apresente-se para novas pessoas, seja receptivo, converse, encontro pontos em comum e você já se destaca”.

Quantidade não é qualidade

Não basta conhecer as pessoas, você precisa estabelecer uma verdadeira conexão com elas. O foco é relacionamento. Entre conhecer e se relacionar existe uma lacuna grande a ser conquistada. É preciso conhecer as pessoas certas para melhorar o direcionamento da sua rede de contatos”, explica Carmona.

Seja humilde, empático e melhore sempre

Não dá para falar em conexão, qualidade e relacionamento sem pensar em duas palavrinhas mágicas: Humildade e empatia. “As pessoas, no geral, não gostam de estar perto e se relacionar com pessoas convencidas, vaidosas e egoístas. Portanto, se esforce continuamente para melhorar internamente nesse sentido”.

Todos possuímos experiências e conhecimentos que podem auxiliar outras pessoas e repassar isso é fundamental. Seja explicando um assunto, indicando materiais, apresentando indivíduos que se somariam em alguma causa ou problema.

Fale menos, ouça mais

Não existe empatia e humildade sem uma premissa básica: Ouvir. “Muita gente acha que se comunicar consiste em falar muito. Mas não. Para se comunicar eficazmente, antes de tudo, você precisa saber ouvir. As pessoas gostam de ser ouvidas e adoram falar delas próprias. Ao mostrarmos interesse verdadeiro em alguém, simplificamos a construção de uma boa conversa”, diz Carmona.

O empreendedor também destaca quatro dicas ótimas para praticar neste ponto, que são: olhar para o rosto das pessoas quando elas falam, chamar pelo nome, fazer boas perguntas sobre elas e prestar atenção no que elas têm a dizer. No início, fale menos de você e seja mais aberto para os outros. Dê a chance para outra pessoa se destacar. Quando pensamos menos no “eu” as coisas fluem naturalmente.

Nutra os relacionamentos 

De pouco adianta construir um bom networking, se não sabe mantê-lo. É preciso que as relações perdurem. Por isso, se faça presente na vida das pessoas que conheceu. Mais uma vez as redes sociais estão aí para te ajudar a manter o contato com elas frequentemente. “O gatilho da reciprocidade é um dos gatilhos mentais mais persuasivos, portanto, pratique! Lembre de uma data importante, marque em um post interessante, escreva uma mensagem no aniversário, ou parabenize por uma conquista.”

Tenha bom senso

O bom senso não poderia ficar fora desta lista. Em algumas situações durante a vida, ao tentar nos relacionar com outras pessoas, sem perceber, acabamos sendo um tanto quanto invasivos e chatos. Não seja essa pessoa. “Abordar as pessoas de maneira agressiva, não respeitar a individualidade dos outros, querer ser ‘o melhor amigo de infância’ de alguém que acabou de conhecer são coisas que devem ser evitadas”.

Carmona também chama a atenção para estar atento aos detalhes e ser um observador. “Caso note que somente você está interessado em dar continuidade na conversa, não insista. Foque nas pessoas que querem estar perto”.

Vá além 

Por fim, após todas as dicas faladas, a síntese delas é ir além. Não é preciso ficar restrito ao networking usual. Claro que as ações apontadas aqui, quando tomadas em meio empresarial, contribuirão para o sucesso do seu negócio. Isso porque, conforme mais pessoas entram na sua rede e se conectarem com qualidade, mais a sua marca ganha alcance positivo. “O objetivo é que você tenha não apenas parcerias profissionais como para a vida, como um todo. Quando trabalhamos os pontos abordados aqui, tudo ocorre de maneira natural e espontânea. E o melhor é que todos saem ganhando”, diz Carmona.

Este artigo foi publicado inicialmente no site Mundo RH, o maior portal de notícias para RH do Brasil, e marca o começo de uma parceria entre os dois sites. 

Wilgen e o time da alugha! 

#alugha

#doitmultilingual

#MundoRH