<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1047100852003296&ev=PageView&noscript=1" />
Intolerância ao glúten – O que é isso?

Doença celíaca? O quê é isto? Esta doença, também conhecida como intolerância ao glúten, traz para as pessoas afetadas alguns problemas. No seguinte artigo, vamos esclarecer os sintomas e possíveis métodos de tratamento!

Tendência crescente

Cada vez mais pessoas, no mundo inteiro, independente da idade, sofrem com a intolerância da mistura de proteínas, glúten, também conhecida como doença celíaca. O glúten é uma mistura de proteínas encontradas exclusivamente na farinha cereais: principalmente no trigo, mas também na cevada, no centeio e na aveia. A ingestão destes cereais, por pessoas com intolerância ao glúten, faz com que elas desenvolvam problemas no intestino delgado. Os pelos da mucosa intestinal, responsáveis pela absorção de nutrientes, são atacados por células do sistema imunológico do corpo, resultando em inflamação e em uma difícil digestão de alimentos.

Tipos diferentes de doenças

Mas porque algumas pessoas são mais propensas a adquirir a doença? Há diferentes tipos da doença celíaca, com diferentes características, o que não significa que uma delas não tenha consequências. Mesmo que a pessoa não tenha dificuldades ao ingerir alimentos ricos em glúten, seu intestino delgado será danificado. Os sintomas mais comuns são dores abdominais, constipação, diarreia e perda de peso simultaneamente. O único método de tratamento é uma alimentação sem glúten, o que não é muito complicado. A nutrição se baseia em alimentos como grãos, legumes, frutas, ovos, derivados de leite, peixe, carne e arroz. Felizmente a doença é tão conhecida que até os restaurantes e os comerciantes alimentícios oferecem vários produtos sem glúten.

Sem glúten?

Entretanto, há muitas pessoas que não têm intolerância, mas se alimentam com produtos sem glúten, porque elas acreditam que esse tipo de nutrição é mais saudável para o corpo. Isso não significa que comer glúten é ruim, mas por causa da manipulação genética nos cereais, parece que estes são mais difíceis de ser digeridos.

Espero que você tenha entendido os principais problemas desta doença! Para saber mais sobre o assunto veja os vídeos do TED-Ed! Com alugha, lógico que multilíngue!

 

#semglúten

#sinta-sebem

#mais

#saudável